Cerrado

O cerrado, conhecido como a “savana brasileira”, é um bioma que originalmente cobria cerca de 2 milhões de quilômetros quadrados, cerca de 22% do território brasileiro. Localiza-se principalmente na região central do país, compreendendo parte dos Estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Maranhão, Minas Gerais, Piauí e São Paulo. Existem também pequenas áreas em outros locais.
O clima tropical, de altas temperaturas, com uma forte estação seca, é típico desse bioma. O solo possui pH baixo, baixa fertilidade, um alto nível de alumínio e pouca disponibilidade de água na superfície, restringindo a sobrevivência apenas às espécies adaptadas. Dessa forma, o cerrado apresenta uma vegetação adaptada à escassez de nutrientes, com caules e ramos tortuosos, cascas e folhas grossas, e as raízes podem atingir grande comprimento. As árvores podem também ser decíduas, perdendo as folhas na estação seca. As queimadas são freqüentes na estação seca, sejam elas naturais, sejam provocadas pelo homem.
O cerrado, assim como a Mata Atlântica, não é homogêneo. Ele pode apresentar desde um aspecto de “floresta”, o chamado cerradão, passando por formas intermediárias, como o cerrado propriamente dito, até um aspecto de campo, com gramíneas e poucas árvores, o chamado campo limpo.
A biodiversidade da flora é alta, assim como a da fauna, com um grande número de formigas e cupins. Existe grande endemismo nas plantas superiores, e hoje sabe-se que também para a fauna. Vale lembrar que o cerrado é considerado um hotspot.
A agricultura, especialmente a cultura da soja, do milho e de vários cereais, assim como a pecuária têm sido responsáveis pela rápida devastação desse bioma. Estima-se que, em 2002, mais de 55% da área originalmente ocupada pelo cerrado já havia sido transformada ou destruída para uso humano, num ritmo de destruição maior do que o encontrado na floresta amazônica. Um dos motivos é que a legislação é mais branda na proteção desse bioma.
Apenas nos últimos anos tem sido feito um esforço maior para a preservação do cerrado. Foram criadas algumas unidades de conservação, mas em poucas o cerrado é o bioma predominante e a falta de fiscalização e marcação territorial precisa é um problema. ONGs têm trabalhado em projetos de conservação importantes. Mesmo assim, o cerrado merece uma maior atenção em sua conservação.
Para aprofundar seus conhecimentos, visite a página Aspectos do Cerrado.

Fonte: http://eco.ib.usp.br/lepac/conservacao/ensino/biomas_texto.htm#cerrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s