Ciclones Extra-Tropicais

Os metereologistas chamam de ciclones extra-tropicais os sistemas de ar de baixa pressão que se formam sobre os mares fora da zona intertropical, retirando sua energia das diferenças de temperatura existente entre as várias camadas da atmosfera. Como é que é? É o seguinte: um sistema de ar é apenas uma grande quantidade de ar que se move de forma organizada. Já baixa pressão se refere à força que esta quantidade de ar faz sobre a superfície da Terra, ou seja, ao seu peso. Quando dizemos que uma área é de baixa pressão atmosférica, queremos dizer que ali o ar faz menos força sobre a Terra (e sobre a gente) do que na região vizinha. Áreas de baixa pressão atraem ventos, que sopram para dentro dela tentando equilibrar a força que o ar faz sobre aquele trecho da superfície.

Estes sistemas também são chamados de “ciclones” devido à sua natureza ciclônica. No Hemisfério Norte, os ciclones extratropicais giram em sentido anti-horário e, no Hemisfério Sul, giram em sentido horário.

Figura 1 - Ciclone Extra-Tropical no Hemisfério Norte.
Figura 1 – Ciclone Extra-Tropical no Hemisfério Norte.
Figura 3 - Ciclone Extra-Tropical no Hemisfério Sul.
Figura 2 – Ciclone Extra-Tropical no Hemisfério Sul.

Ciclones extratropicais podem trazer tempo moderadamente severo, com chuvas leves e ventos de superfície entre 15 e 30 km/h, ou podem ser frios e perigosos, com chuvas torrenciais e ventos que excedem 119 km/h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s