ESPECIAL CONFLITOS NO ORIENTE MÉDIO – 2ª PARTE – 5 matérias sobre o conflito Irã-Iraque

A GUERRA IRÃ-IRAQUE (1980-1988)

Depois da revolução islâmica de 1979 no Irã, as relações entre o Irã e o Iraque se deterioraram. O Iraque invadiu o vizinho, dando início a uma guerra que durou oito anos.

Em setembro de 1980, o Iraque respondeu a uma série de pequenos choques na fronteira com o Irã com uma ampla ofensiva para tomar a província iraniana de Khuzestan, rica em petróleo.

Até o final do mês, o Iraque já havia abandonado seu tratado de 1975 com o Irã, passando a reivindicar a parte controlada pelo Irã do Shatt al-Arab. Os países começaram a bombardear um ao outro. Continuar lendo

ESPECIAL CONFLITOS NO ORIENTE MÉDIO – 1ª PARTE – 4 matérias sobre a Revolução Iraniana de 1979

Do Xá ao Aíatolá: os 30 anos da Revolução Iraniana

A República Islâmica do Irã apresenta uma trajetória complexa, na qual a Revolução Iraniana, de fevereiro de 1979, surge como ponto de inflexão. Modernidade e tradição, ocidentalização e religião, foram alguns dos elementos contraditórios que levaram à insurgência

POR CRISTINA SOREANU PECEQUILO

Dona da terceira maior reserva de petróleo do mundo, a República Islâmica do Irã é hoje a quinta maior exportadora mundial: são mais de 2,5 milhões de barris por dia. Mas apesar desse recurso valiosíssimo, o Irã permanece como um país subdesenvolvido. Assim como outras nações ricas em petróleo, o bem que gera fortuna também produz vulnerabilidade e funciona como elemento de dependência e cisão. Continuar lendo