O mundo orwelliano da NSA

Onde internet e telefonia globais são interceptadas? Como Obama manteve espionagem ilegal de Bush? Por que esquema faz lembrar “1984″?

Por James Bamford, New York Review of Books | Tradução: Cristiana Martin |Imagem: William Betts

Desde 20 de maio, quando Edward Snowden obteve licença para deixar a base de espionagem da NSA no Havaí e tomou um avião para Hong Kong, abriu-se uma caixa preta de segredos muito relevantes, até então ocultados da opinião pública. As revelações são feitas aos poucos. Sabe-se que os Estados Unidos articularam e operam uma imensa rede de espionagem global, capaz de interceptar virtualmente toda a comunicação humana por internet e telefone. Continuar lendo

O lado mais sujo da Monsanto

Para impor seus produtos em todo o mundo, empresa mobiliza agências de espionagem norte-americanas, vigia cientistas e dispara ataques cibernéticos

Por Marianne FalckHans Leyendecker Silvia Liebrich, no Süddeutsche Zeitung |Tradução: Regina Richau Frazão | Imagem: Eric Drooker

O grupo americano Monsanto (1) é um gigante no agronegócio – e é o número um na área da controvertida tecnologia genética “verde”. Para seus opositores, a Monsanto é um inimigo assustador. E continuam acontecendo coisas intrigantes que fazem o inimigo parecer ainda mais aterrorizante.

Continuar lendo

Rumo a um neo-totalitarismo?

Um painel de controle da Agência de Segurança Nacional (NSA), nos EUA

Espionagem militar maciça dos EUA apoia-se na cumplicidade das corporações da internet e numa safra de filmes pró-guerra. Felizmente, agora sabemos de tudo  

Por John Pilger, do NewStatesman | Tradução Resistir.Info e Cauê Ameni

No seu livro, Propaganda, publicado em 1928, Edward Bernays escreveu: “A manipulação consciente e inteligente dos hábitos organizados e das opiniões das massas é um elemento importante na sociedade democrática. Aqueles que manipulam este mecanismo ocultos da sociedade constituem um governo invisível, o qual é o verdadeiro poder dominante no nosso país”.

Continuar lendo

Ignacio Ramonet: “Somos todos vigiados”

Que é a mega-rede global de espionagem montada pelos EUA. Como os cidadãos são monitorados. Por que a denúncia de Edward Snowden é um fato histórico

Por Ignacio Ramonet | Tradução Cauê Ameni

Nós já temíamos (1). Tanto a literatura de (1984, de George Orwell), como o cinema (Minority Report, de Steven Spielberg) haviam avisado: com o progresso da tecnologia da comunicação, todos acabaríamos sendo vigiados. Presumimos que essa violação de nossa privacidade seria exercida por um Estado neototalitário. Aí nos equivocamos. Continuar lendo

Julius e Ethel‏ Rosenberg, os antecessores de Assange e Snowden

Braço siamês da política, imprensa tem papel fundamental para construção de verdades

Sou fascinado pelas ciências. Em seus domínios reina a dúvida, a interrogação. As verdades são sempre temporárias. Da folclórica maçã que deu origem a uma das leis de Newton à mecânica quântica, das especulações sobre a estrutura atômica à fissão nuclear, nada permaneceu intocado.Pulga na cueca. Lá, onde é necessária comprovação experimental para chancelar uma ideia, os mentirosos e charlatães não têm vida longa.

Continuar lendo