China vai reduzir restrição a filho único, diz mídia estatal

Sistema de ‘reeducação através do trabalho’ também será abolido.
Mudanças foram definidas em importante plenária do Partido Comunista.

O governo da China vai relaxar sua política de filho único, iniciada em 1979, anunciou a mídia estatal nesta sexta-feira (15).

Também foram anunciados a redução da aplicação da pena de morte e o fim do sistema de “reeducação através do trabalho”.

Após uma importante reunião plenária, que terminou na terça-feira, o PCC também anunciou mais facilidades para o investimento privado, em uma tentativa de manter o ritmo de crescimento da economia chinesa.

As novidades foram reveladas pela agência de notícias oficial Xinhua. Continuar lendo