Etiópia: celeiro de culturas, latrina do mundo branco

Dois brasileiros visitam país africano onde religiões e mitos ocidentais se encontram, marcados pela negritude e sob crescente influência chinesa…  

Por Fabiane Borges Hilan Bensusan | Fotos: Fabiane Borges

Salomão e a rainha de Sabá que história bonita. A rainha preta, atrevida, de gestos exuberantes. Ele profético, galinha, exotérico, prenhe de duas ou três civilizações epidêmicas. A promessa na cama: honra esse acasalamento Salomão, ou essa foda será em vão? Esse não foi o princípio, mas a rainha voltou grávida de Jerusalém, e isso sim foi um escândalo inaugural, que desviou o fluxo do que hoje chamamos Etiópia para lados não previstos. Ou teria coincidido a fertilidade da rainha com um plano bem armado? Seja como for Etiópia fundou nessa gravidez o pilar da sua história. Nao é assim que começam as histórias bastardas? Continuar lendo