OEA sugere possibilidade de legalização da maconha na América

Relatório divulgado na última sexta-feira, 17, é o primeiro documento de uma organização multilateral que admite a viabilidade da legalização 

Da Redação

Em relatório divulgado na última sexta-feira, 17, a OEA (Organização dos Estados Americanos) sugere a possibilidade da legalização da maconha em todo o continente americano. O relatório é o primeiro documento de uma organização multilateral que admite a possibilidade da legalização.

O documento foi entregue pelo secretário-geral da OEA, o chileno José Miguel Insulza, ao presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Em 2012, quando foi realizada na Colômbia a Sexta Cúpula das Américas, o relatório foi encomendado para analisar a chamada “guerra às drogas”.

Continuar lendo

¿Por qué Brasil no tiene indignados?

El hecho de que en solo seis meses de gobierno la presidenta Dilma Rousseff haya visto dimitir a dos de sus principales ministros, heredados del gobierno de su antecesor, Lula da Silva (el de la Casa Civil o Presidencia, Antonio Palocci, una especie de primer ministro, y el de Transportes, Alfredo Nascimento) caídos bajo los escombros de la corrupción política, ha hecho preguntarse a los sociólogos por qué en este país, donde la impunidad a los políticos corruptos ha llegado a hacer extensiva la idea de que “todos son unos ladrones” y que “nadie va a la cárcel”, no exista el fenómeno, hoy en voga en todo el mundo, del movimiento de los indignados. Continuar lendo