Saiba o que está por trás da retórica agressiva da Coreia do Norte

7 de abril – Imagem mostra um cachorro militar norte-coreanos atacando um boneco com a foto do Ministro de Defesa da Coreia do Sul Kim Kwan-Jin Foto: Reuters

Nenhum lugar do mundo é como a Coreia do Norte, e nada se assemelha à sua retórica.

Acompanho a propaganda política de Pyongyang desde os anos 1960. É uma tarefa deprimente, avivada por um estranho sorriso irônico.

A maioria da prosa de Pyongyang é pesada e estridente. Bravatas e hipérboles, além de idolatria, são recursos comuns, exaltando ou ameaçando incessantemente.

Continuar lendo