Fotos mostram haitianos usando camisetas de gosto duvidoso doadas por norte-americanos

Doações feitas a instituições de caridade por norte-americanos acabam ridicularizando população do país, que não fala inglês

“Beije-me, eu sou loira”, “Não sou ginecologista, mas posso dar uma olhada”, “Ganhar um milhão de dólares não vai me transformar” e “Eu amo pizza” são algumas das frases estampadas em camisetas doadas por norte-americanos para o Haiti, conforme mostra um projeto fotográfico chamado “Pepe”. O que deveria ser um ato de caridade, revelam os fotógrafos, acaba sendo um desrespeito com haitianos carentes.

Continuar lendo

Greve de fome e prisão sem fim: o que está acontecendo em Guantánamo?

Obama disse que iria fechar a penitenciária de segurança máxima no primeiro mandato, mas ainda não cumpriu a promessa

A greve de fome começou em fevereiro deste ano, após guardas revistarem exemplares do Alcorão durante uma inspeção nas celas. No entanto, o ato se tornou algo bem maior do que um protesto contra o desrespeito ao livro sagrado.

Veja linha do tempo feita pelo jornal Miami Herald

Prisioneiros em Guantánamo são escoltados para suas celas por militares. Já são mais de 90 em greve de fome desde fevereiro

Na ação, militares norte-americanos disseram que os detentos haviam escondido “armas improvisadas, comida e remédios não-autorizados” na lombada dos exemplares. Segundo eles, a revista foi feita seguindo o padrão, por tradutores muçulmanos.

Continuar lendo