Após 65 anos sem diálogo, China e Taiwan realizam encontro histórico

Importantes representantes dos países se reuniram pela primeira vez em Nanquim após a guerra civil de 1949

Após 65 anos sem manter quaisquer laços diplomáticos, China e Taiwan realizaram nesta terça-feira (11/02) uma reunião histórica entre importantes autoridades dos dois países. É a primeira vez que diálogo entre ambas partes acontece desde o fim da guerra civil de 1949. Realizado na cidade chinesa de Nanquim, o encontro teve a presença de Wang Yu-chi, ministro do Conselho de Assuntos da China Continental do governo taiwanês, e Zhang Zhijun, diretor do Escritório para Assuntos de Taiwan do Conselho de Estado chinês.

No encontro, o representante de Taiwan, Wang Yu-chi (à esq.), cumprimenta o chinês Zhang Zhijun (à dir.)

Continuar lendo

Chineses questionam sua “máquina de medalhas”

A levantadora de peso Zhou Jun, 17, em uma das três tentativas frustradas durante os Jogos de Londres; o jornal chinês “Dushi Shibao” a classificou em sua manchete de “o fracasso mais humilhante na história do time nacional de levantamento de peso”, mas recuou e pediu desculpas à atleta após uma avalanche de críticas na internet

Fabiano Maisonnave, de Pequim

Minutos após receber a medalha do ouro olímpico, o pai da atleta de salto sincronizado Wu Minxia lhe contou que sua mãe está com câncer de mama e que seus avós maternos haviam morrido há mais de um ano. “Aceitamos há muito tempo que ela não nos pertence”, justificou o pai. “Nem sequer ouso pensar em coisas como desfrutar a felicidade familiar.”

Com a medalha de prata no peito, o levantador de peso Wu Jingbiao disse, desconsolado, a um repórter: “Eu desonrei o meu país, eu desonrei o time nacional de levantamento de peso, eu desonrei todos os que se importam comigo”. Continuar lendo