Pirâmide maia de 2.300 anos é destruída para criar uma nova estrada

Autoridades de Belize, na América Central, confirmaram que uma escavadeira destruiu uma das maiores pirâmides maias do país. Jaime Awe, chefe do Instituto de Arqueologia de Belize,  disse que o templo Noh Mul foi destruído quando operários de uma empreiteira buscavam cascalho para preencher buracos na estrada antes de ela ser pavimentada.

Continuar lendo