Coreia do Norte aceita suspender programa nuclear em troca de ajuda alimentar

Estão suspensos o enriquecimento de urânio e os testes nucleares; visitas da AIEA voltam a ser permitidas

O governo da Coreia do Norte aceitou a paralisação de seu programa nuclear em troca de um pacote de 240 mil toneladas de alimentos dos Estados Unidos. O anúncio do acordo foi divulgado nesta quarta-feira (29/02) pelos dois países. Com a decisão, estão suspensos o enriquecimento de urânio e os testes de armas nucleares, como por exemplo, os mísseis de longo alcance, segundo o Departamento de Estado dos EUA.Também estará autorizada a visita e o monitoramento de inspetores da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) para a desativação do reator nuclear norte-coreano de Yongbyon.

O Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte confirmou o acordo em comunicado, dizendo que as negociação com os norte-americanos “ofereceu um espaço para uma discussão sincera e profunda” de medidas “para a construção e o progresso de uma relação de confiança”.

Em comunicado, o Departamento de Estado dos EUA classificou o acordo como um progresso “importante, mesmo que limitado”. “Os Estados Unidos continuam a ter profunda preocupação com o comportamento da Coreia do Norte em diversas áreas. Mas o anúncio de hoje reflete um progresso importante, mesmo que limitado, nessas questões”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland.

Em troca das concessões norte-coreanas, os Estados Unidos estariam “preparados para melhorar as relações bilaterais, no espírito de respeito mútuo pela soberania e igualdade”, além de incentivar o intercâmbio cultural, educacional e esportivo com os norte-coreanos.

As negociações entre os dois países ocorreram na semana passada, entre os dias 23 e 24 de fevereiro, em Pequim, na China, e não apresentaram resultados concretos. A reviravolta ocorreu quando os negociadores norte-coreanos, de volta ao país, receberam resposta positiva das autoridades locais sobre a proposta norte-americana.

Uma reunião para acertar os detalhes da ajuda alimentar será realizada entre EUA e Coreia do Norte na próxima semana.

Segundo o jornal New York Times, o governo Obama se recusou a admitir oficialmente que a ajuda alimentar estaria envolvida com as negociações, e que a doação teria fins puramente humanitários, o que foi desmentido pelas autoridades norte-coreanas.

O anúncio ocorre apenas dois meses depois da morte do ex-líder Kim Jong-il, que foi sucedido pelo seu filho, Kim Jong-un.

 

Fonte: http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/20211/coreia+do+norte+aceita+suspender+programa+nuclear+em+troca+de+ajuda+alimentar.shtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s